No momento você está vendo 12 Plantas que não precisam de muita luz – Perfeitas para ter dentro de casa

12 Plantas que não precisam de muita luz – Perfeitas para ter dentro de casa

  • Post category:Plantas
  • Post author:

As plantas dentro de casa criam um ambiente especial, além de muitas delas, como algumas das que lhe apresentamos e que quase não necessitam de luz, são conhecidas pela sua capacidade de purificar o ar.

Se você é um amante das plantas, mas não tem jardim, terraço, varanda ou mesmo as janelas recebem muita luz… fique tranquilo! Existem plantas que não precisam de luz. Bem, elas precisam de um pouco de luz, mas pouca, por causa da fotossíntese que as faz sobreviver, como a água. Vamos mostrar os tipos que mais combinam com ambientes internos e os cuidados mais importantes.

Lembre-se que um dos perigos mais comuns desse tipo de planta é o excesso de água, por isso em geral devem ser regadas pouco ou quando o solo já estiver seco. Observe como cuidar de suas novas plantas:

Plantas para dentro de casa:

1. Samambaias: 

Existem muitas variedades desta planta, ideais para espaços com pouca luz. É importante cuidar bem do seu nível de umidade; no verão, em certos climas, pode ser necessário regá-la duas vezes. 

Um truque para fazer suas folhas crescerem com todo o seu esplendor é regá-las com água destilada.

2. Zamioculcas: 

Suas folhas verdes brilhantes acrescentam muita cor fascinante a qualquer casa e fazem com que cada casa seja muito aconchegante. É uma planta que se ‘adapta’ ao abandono. Não queremos que você faça isso, mas é bom saber que ela não morrerá se você tiver que viajar por alguns dias. 

Ela crescerá mais quanto mais luz você der, mas também pode fazer isso se você der um pouquinho de luz. O que mais impacta o seu bom desenvolvimento é: falta de umidade, estar sujeito a correntes de ar, pragas e doenças.

3. Maranta: 

Na verdade, não é uma planta, mas sim um gênero composto por mais de 25 espécies. Sua origem vem das florestas tropicais da América Central e cresce à sombra da vegetação rasteira. Isso significa que necessita de muita iluminação sem sol direto ou estar localizado em local semi-sombreado. 

Porém, está nesta lista porque é bonita e também pode se desenvolver em locais com iluminação média ou baixa, mas você notará essa falta de luz na perda de brilho e cor de suas folhas. Um dos maiores cuidados que você deve ter com ela é mantê-la longe da luz solar direta a todo custo. 

Suas folhas apresentam uma variedade de cores muito interessantes: verde profundo, roxo, amarelo e vermelho. A exposição direta ao sol pode fazer com que perca todos os padrões de cores. 

Outro requisito importante para o seu cuidado é que tenha uma boa drenagem. Além disso, deve-se hidratar suas folhas com um umidificador com água da torneira. Para garantir a umidade necessária, pode-se colocar o vaso sobre um prato com água e pedras de forma que o fundo da panela não entre em contato com a água.

4. Sansevieria: 

Adora luz, mas sem luz consegue sobreviver! Porém, com esta planta não se pode temer que algo lhe aconteça, pois é conhecida por ter uma longa vida de folhas fortes e resistentes. 

É uma planta que pode se adaptar para ser colocada em áreas escuras ou onde a luz não chega diretamente. Por exemplo, é ideal num quarto sem janelas, num canto da sala onde a luz não chega ou nas escadas de casa.

5. Hortelã: 

Seu local ideal seria a cozinha. Esse tipo de planta deve ficar sempre em áreas semi-escuras, pois o sol direto queima suas folhas, murchando-as. Sua necessidade básica é proporcionar uma boa drenagem do vaso para que a água não apodreça as raízes. 

A hortelã é uma planta que requer poucos cuidados, devendo ser muito bem regada durante o período de crescimento, que vai da primavera ao verão. Além disso, você pode fazer um bom chá com suas folhas frescas!

6. Bromélias: 

São plantas ideais para ficar em uma janela, mas nunca as deixe em contato com o sol, pois suas folhas enrugam com facilidade. Esta planta possui, um deles é a Bromélia Aechmea: Em particular, tem folhas muito grossas e é uma planta que necessita de muita secura, por isso é ideal deixá-la na sala. 

Há também a Bromélia Tillandsia: ela pode viver de 2 a 30 anos (desde o momento em que sua semente é plantada até o florescimento). Suas folhas são mais finas e vivem melhor em locais úmidos, como no banheiro.

7. Philodendron: 

Esta trepadeira é uma verdadeira sobrevivente das áreas menos ensolaradas da casa. Claro que precisa de luz (sem contato com o sol) e umidade. É fundamental mantê-la úmida e fresca com um jato de água morna. Também existe a opção de colocar umidificadores em casa para mantê-la hidratada.

8. Clorofito:

Provavelmente é a planta que dá menos trabalho. É muito exigente com o sol, pois queimará todas as folhas se for deixado em um canto ou janela onde o sol incida diretamente. 

É uma planta que só precisa ser regada uma vez por semana no inverno e duas a três vezes no verão, sempre dependendo da necessidade. Você pode descobrir se precisa de água tocando em sua terra. Se estiver molhada não vai precisar regar, mas se estiver seca e esbranquiçada… Opte por regar!

9. Lírio-da-paz: 

É a planta ideal se quase não há luz dentro de sua casa. Se quiser que floresça, deve colocá-la em um cômodo próximo a uma janela por onde entra um pouco de luz. E atenção, o mais especial dessa planta é que você deve regá-la com água sem cal e não deixar água no prato porque as raízes podem apodrecer muito facilmente.

10. Camedorea-elegante:

É uma planta da família das palmeiras originária da Guatemala e do México. Sua característica mais especial é neutralizar odores como o do tabaco, eliminando-o completamente. 

Suporta bem a pouca luz, mas também é um daqueles tipos de plantas que precisam de umidade para sobreviver (além de regá-las). Portanto, é aconselhável pulverizar as folhas a cada 2-3 dias.

11. Ficus benjamina: 

É outra das mais comuns para interiores mais escuros. Esta planta de folhas pequenas, frondosas e de um verde muito brilhante fica com todo o seu esplendor em qualquer apartamento com pouca luz. 

Pode crescer bem ao ar livre, mas fica melhor quando cultivada em ambientes fechados, sem contato direto com a luz. Uma de suas qualidades é que pode ter um formato ou outro dependendo de como você poda.

12. Antúrio: 

É uma das plantas mais alegres e marcantes que podem ser colocadas dentro de casa. Elas vêm em várias cores, mas o mais conhecido é o antúrio vermelho. Esta planta necessita de pouca luz, mas necessita de luz direta para o seu crescimento. O bom é que ela cresce o ano todo, então você não terá que esperar uma época específica para decorar sua casa com ela.

Pois bem, já deixamos para vocês as 12 plantas que vão lhe causar menos problemas, tanto no cuidado quanto nas necessidades de luz. Agora é só escolher aquela que mais se adapta ao seu gosto e à decoração da sua casa. 

Deixe um comentário